(62) 3945-5047
(62) 98223-0027
Alset Engenharia
Mercado Livre de Energia
Mercado Livre de Energia

Breve contexto Histórico:

O Mercado Livre de Energia foi instituído durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, em 1995, sob a Lei 9.074. O principal objetivo foi fomentar a livre concorrência e aumentar a competitividade entre as empresas do país, bem como a redução dos custos com energia elétrica.

No mercado livre de energia os participantes podem negociar livremente as condições comerciais, sempre atendendo a regulamentação do setor.

No mercado cativo, os consumidores podem comprar energia elétrica apenas de uma concessionária, ou de permissionária que tem a concessão para fazer o serviço de distribuição. Portanto nessa modalidade é inviável a negociação de preço, além de haver as tarifas de fornecimento estabelecidas pela ANEEL.

Quais são os benéficos do Mercado Livre de Energia?

Como benefícios podem ser destacados alguns fatores como a redução de custos, a previsibilidade orçamentária e a sustentabilidade, esses três benefícios estão relacionados principalmente a possibilidade de negociação de preço e prazo de indexação, possibilitando uma melhor adequação do consumo.

Quem pode aderir ao Mercado Livre de Energia?

Empresas com demanda contratada igual ou superior a 500kW, por unidade ou somatório de unidades, localizadas em área contíguas ou com o mesmo CNPJ, podem adquirir energia gerada por fontes renováreis, tais como hidrelétricas de pequeno porte (PCH), termelétricas a biomassa, fontes eólicas e fotovoltaicas. Empresas com demanda contratada superior a 3MVA, ou atendidas na classe de tensão 69kV podem contratar a energia de qualquer fonte geradora.

SMF

Aimplantaçãodo Sistema de Medição para Faturamento – SMF implica o desenvolvimento de etapas, tais como a elaboração de um projeto em conformidade com o que está estabelecido na Especificação técnica das medições para faturamento – ONS, a aprovação desse projeto pelo agente conectado e pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS, a montagem do sistema de medição segundo as especificações do projeto e o comissionamento desse sistema. 

Obs: O SMF - Sistema de Medição e Faturamento de Energia, desenvolvido por etapas, é necessário para a migração para o Mercado Livre de Energia.

Saiba mais sobre o Sistema de Medição e Faturamento de Energia.

 

Quer saber qual a potencial economia da sua empresa no Mercado Livre de Energia? 

Solicite uma Análise, anexando em nosso formulário de orçamentos a sua conta de energia com o histórico de consumo.

Objeto Comunicação - Agência Digital